Tenho um filho com desenvolvimento atípico. E agora?

A chegada de uma criança com necessidades especiais em uma família altera o curso de vida de todos os envolvidos. Com o impacto da constatação de que algo em seu desenvolvimento está fora dos padrões típicos, surge a necessidade – primeiramente dos pais e familiares obter informações para aprender a lidar com as limitações e defasagens apresentadas – sejam elas físicas, psicológicas, comportamentais ou neurológicas (tratando-se de hipótese ou diagnóstico fechado).

Esse canal é destinado a todos que convivem com pessoas com deficiência em idade escolar. Trata-se do relato de algumas das vivências e experiências adquiridas ao longo de oito anos de atuação da equipe do Instituto Apta, frente a inclusão escolar na rede privada de mais de oitenta alunos com deficiências diversas: autismo, síndrome de Down, paralisia cerebral, transtornos de comportamento, deficiência intelectual, dislexia, dentre outros.

Escrever sobre uma experiência vivida tão intensamente, sob o aspecto pessoal – sim, sou mãe de PcD – e profissional, traz emoções e reflexões acerca dos grandes desafios que enfrentamos, das conquistas que alcançamos e do grande potencial que cada ser humano possui em termos de superação.

Durante essa jornada, pude constatar a importância das redes de apoio, do acolhimento, da empatia, do respeito ao tempo de aceitação de cada um, das dificuldades em transpor a negação, todos os sentimentos controversos e enormemente intensos que permeiam a vida dos que estão intimamente ligados à uma pessoa com deficiência.

Portanto, este blog trata-se de chegar, viver e permanecer num lugar desconhecido – mas, nem por isso, ruim. Como numa viagem onde alguns chegam antes (como nos casos das Síndromes, paralisia cerebral, deficiências físicas) e outros, chegam depois (filhos com o Transtorno do Espectro do Autismo, TDAH, Deficiência Intelectual, Transtorno Global do Desenvolvimento, Transtornos de aprendizagem, de comportamento, etc). Mas, fato é: pais de filhos atípicos são “convocados” a desbravar caminhos muito mais desafiadores do que os vividos por pais com filhos típicos. Não resta a menor dúvida.

Convoco vocês para trilharmos juntos essa caminhada. Vamos?

#pcd #filhocomdeficiência #tea #mediaçãoescolar #inclusãoescolar #trissomia21

Deixe uma resposta Cancelar resposta