Meu filho precisa de um mediador escolar?

Afinal, o que faz um mediador escolar?

O Mediador Escolar, como o próprio nome diz, atua em ambiente escolar com enfoque pedagógico (formação – Pedagogia e/ou Psicologia – especialização em Psicopedagogia ou Educação Especial).

Diferentemente da proposta do Acompanhante Terapêutico/AT e do Auxiliar de Educação Especial/AEE a função do mediador escolar é bastante específica.

Mas, quais os benefícios que meu filho poderá ter com o acompanhamento de um mediador escolar individualizado? Para responder a essa pergunta, vamos considerar três aspectos:

Cognitivo: a atenção individualizada propicia ao aluno a acessibilidade pedagógica necessária por meio de adequações ao conteúdo aplicado pelo professor regente

– o mediador escolar amplia as chances de assimilação do aluno através do apoio visual (imagens relacionadas ao tema estudado), uso de material concreto (alfabeto móvel, ábaco, material dourado), tecnologia assistiva, redução e objetivação de conteúdo didático.

Comportamental: para o aluno que apresenta alterações comportamentais, crises de agressividade, dificuldade na compreensão de regras e normas, a atuação do mediador escolar é de fundamental importância para a aplicação dos recursos e manejos (indicados pelo terapeuta deste aluno em questão).

Exemplos como: trabalhar a ansiedade com a antecipação dos fatos e acontecimentos futuros (por meio de agenda visual), organização da rotina, identificar emoções e atribuir significado as situações.

Social: o mediador escolar auxilia na resolução de conflitos, no envolvimento do aluno atípico nas atividades propostas pela professora regente, no engajamento em atividades que requeiram socialização.

Muitos alunos vivenciam dificuldades pedagógicas por consequência da inabilidade em resolver questões comportamentais e de sociabilização – por isso a necessidade de profissional capacitado Mediador Escolar para realizar esse tipo de acompanhamento.

Nosso papel como pais é lutar para que essa inclusão seja feita com qualidade, que nossos filhos possam se desenvolver e aproveitar da melhor maneira os benefícios que a vida escolar oferece.

Thelma Ignatti – mãe de Luccas e fundadora do Instituto Apta Mediação

Deixe uma resposta Cancelar resposta